Combinando o Design Thinking, Lean Startup and Agile em projetos lean

Atualizado: Set 14





Diariamente, nos projetos de Implementação Lean da Climb Consulting, encontramos problemas a serem resolvidos e demandas que envolvem inovação. Habitualmente, com os problemas conhecidos e os dados em mãos, são realizados os tão conhecidos Kaizens, que são ações de melhoria contínua buscando a excelência operacional.


Rapidez, assertividade e novas metodologias que atendam à volatilidade e velocidade de transformação dos dias atuais são exigências presentes no dia a dia das empresas. Assim, combinar metodologias ágeis com a rotina dos projetos Lean é uma opção estratégica e colaborativa para atender à demanda dos clientes.

A realização de Kaizens consiste em partir de processos com problemas que afetam o atendimento das necessidades do cliente e da companhia para soluções que forneçam valor e que levem ao crescimento do negócio.


Para realizar um Kaizen, precisamos entender e explorar profundamente o problema do cliente. Além disso, precisamos criar soluções rápidas para resolver o problema, garantindo que sejam as soluções corretas. Assim, neste artigo trazemos um passo a passo combinando o Design Thinking, Lean Startup e Agile na aplicação de um Kaizen.


Primeiramente, precisamos entender o básico das metodologias ágeis citadas. O Design Thinking é um processo iterativo no qual nos empenhamos em entender a dor do usuário, desafiar suposições e redefinir problemas, a fim de criar novas estratégias e soluções. De acordo com Tim Brown, autor e CEO da consultoria de design de renome mundial IDEO, “Design Thinking é uma abordagem de inovação centrada no ser humano baseada em ferramentas e passos para integrar as necessidades das pessoas, as possibilidades da tecnologia e os requisitos para o sucesso dos negócios”.


O Lean Startup, por sua vez, aborda a melhoria do produto ou processo criando produtos mínimos viáveis, permitindo que o cliente determine o valor da solução.

Ainda, o Agile é uma metodologia para criar de forma incremental e rápida as soluções propostas através de ciclos de Sprints.


A imagem abaixo mostra a combinação das três ferramentas na realização de um Kaizen com duração de uma semana, sugerindo a aplicação das ferramentas do Design Thinking (Empathize, Define, Ideate), do Lean Startup (Learn, Build, Measure) e do Agile no ciclo do Kaizen.

Ao realizar oKaizen, podemos fazer uso do Design Thinking para explorar os problemas, o Lean Startup para criar soluções rápidas e o Agile para atender às construções que precisam ser realizadas de forma rápida durante o caminho. A ideia é pegar emprestado o melhor de cada mindsete combinar suas ferramentas.


Um ponto interessante dessa metodologia é envolver os usuários em um ciclo de colaboração frequente e estruturado que permita o acompanhamento do progresso e maximize a criação de valor. Essa é uma forma de resolver problemas e responder às demandas que envolvem inovação de forma ágil e sustentável, com o nível de detalhamento adequado, focando na causa raiz do problema e nas necessidades do cliente.

Gostou? Vamos aplicar! :)

51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo